29.10.07

Série Fenômenos do Cotidiano: Felicidade na fila dos correios

Sei que não sou Einstein (drã!) e que os grandes poetas já falaram bastante sobre a relatividade do tempo, mas vocês acreditam que hoje -- só por que estou no finalzinho das minhas férias --, fiquei feliz durante a meia hora que passei na fila do correio?






Palavra!!
O tempo correndo para todo mundo, menos para mim, que não tinha nada para fazer mesmo, já tinha viajado, voltado, dormido até mais tarde, assistido à sessão da tarde e acreditado em todos os mershans da Sonia Abrãao. Nem a urgência de me divertir eu tinha.

Sem nada na minha lista de tarefas,
a fila do correio não era mais um obstáculo ao compromisso seguinte.

Era apenas a fila do correio.

Podia ser assim sempre, né?

Um comentário:

Lá Cristina disse...

É... podia ser assim sempre! Seria uma maravilha!

Pow, obrigada pelas dicas.
Na verdade, já comprei muuuuuito pelo submarino e até algumas coisa no mercado livre(mas tudo com boleto, nunca com cartão), dessa vez fui pelo buscapé, achei que não haveria problemas como não tive no submarino, mas minha falou tanto no meu ouvido (disse ter visto 'coisas' falando sobre isso na TV) que eu até fiquei com medo.

Mas, de qualquer forma, suas dicas foram muitos úteis. Da próxima vez confiarei mais na internet.

Beijitos